Insatisfação Corporal e Atitudes Alimentares de Adolescentes de uma Escola Particular em um Município do Sul de Minas Gerais/Body Dissatisfaction and Eating Habits of Adolescents in a Private School in a Municipality in Southern Minas Gerais

Ana Carolina Machado Krepp, Gislene Ferreira

Resumo


Objetivo: Objetivou-se identificar a prevalência de atitudes alimentares inadequadas e de insatisfação com a imagem corporal de adolescentes do sexo feminino de uma escola particular, bem como analisar a possível associação entre as duas prevalências. Materiais e métodos: Aplicaram-se os questionários Eating Attitudes Test - EAT- 26 e Body Shape Questionnaire – BSQ em 59 adolescentes de 10 a 17 anos, matriculadas em um colégio particular de Maria da Fé - MG. Fez-se análise descritiva e estatística pelo teste Qui-quadrado para associação entre a presença de distorção da imagem corporal e o comportamento alimentar de risco. Resultados: 44,07% das meninas tiveram escore positivo para o EAT-26 e 71,19% apresentaram distorção da imagem corporal, sendo 35,59% com distorção leve, 20, 34% moderada e 15,25% com distorção grave. Os resultados mostraram relação estatisticamente significativa entre a distorção da imagem corporal e o risco de distúrbio alimentar, independente do nível desta distorção. Conclusão: Altos índices de atitudes alimentares inadequadas e de insatisfação com a imagem corporal foram encontrados, mostrando a necessidade de implantação de programas de educação nutricional neste colégio.

 

 

Palavras chave: adolescentes, imagem corporal, transtorno alimentar

 

ABSTRACT

Objective: The objective was to identify the prevalence of inadequate dietary attitudes and dissatisfaction with body image of female adolescents in a private school, and examine the possible association between the two prevalences. Materials and methods: the questionnaires Eating Attitudes Test - EAT-26 and Body Shape Questionnaire - BSQ were applied to 59 adolescents aged 10 to 17, enrolled in a private school in Maria da Fé - MG. There was descriptive and statistical analysis by chi-square test for association between the presence of distortion of body image andrisky eating habits. Results: 44,07% of girls had good scores for the EAT-26 and 71,19% showed distortion of body image, and 35,59% showed mild distortion, 20,34% moderate and 15,25% severe distortion. The results showed statistically significant relationship between the distortion of body image and the risk of eating disorders, independent on the level of distortion. Conclusion: High rates of inappropriate eating habits and dissatisfaction with body image were found, showing the need for implementation of nutritional education programs in this school.

 

 

Key words: adolescents, body image, eating disorder


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21876/rcsfmit.v2i4.121

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2012 Revista Ciências em Saúde