Desenvolvimento e Caracterização de um Modelo Experimental de Obesidade por Injeção Subcutânea de Glutamato Monossódico em Ratos/Development and Characterization of na Experimental Model of Obesity by Subcutaneous Injection of Monosodium Glutamate in Rats

Pedro Henrique Teixeira Junqueira, Paulo Vinícius Meneghin, André da Silva, André Fernando Vieira, Samuel Lima Silva, Nilo Cesar do Vale Baracho

Resumo


Objetivo: Desenvolver e caracterizar um modelo experimental de obesidade em ratos. Materiais e Métodos: Foram utilizados 41 ratos da linhagem Wistar, recém-nascidos divididos em fêmeas e machos, nos respectivos grupos: controle, tratamento 4mg/g e tratamento 8mg/g, nos quais foram aplicadas injeções de soro fisiológico, glutamato monossódico a 4mg/g e a 8mg/g, respectivamente por via subcutânea, em dose única diária por via subcutânea pela manhã, durante os quatro primeiros dias de vida e acompanhados por 40 semanas. Após o tratamento, foram feitas análises laboratoriais (glicemia, colesterol total e frações e triglicérides) de medidas corporais (comprimento, peso e circunferência abdominal) e anatomopatológicas. Resultados: A análise dos parâmetros laboratoriais mostraram um aumento da glicemia e dos triglicérides e diminuição do HDL-colesterol. Houve alterações nas medidas corporais e IMC, sem alterar o perfil renal. Na análise histopatológica, foram observadas alterações inerentes à síndrome plurimetabólica, como esteatose hepática, aumento das ilhotas pancreáticas além de outros achados. Conclusão: A administração de glutamato monossódico em ratos nas doses de 4mg/g e 8mg/g foi capaz de induzir alterações em vários parâmetros laboratoriais e histopatológicos na determinação de síndrome metabólica e obesidade, sem obter uma relação direta entre dose e efeito esperado.

 Palavras chave: Obesidade, glutamato monossódico, ratos


Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.21876/rcsfmit.v1i3.62

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Direitos autorais 2011 Revista Ciências em Saúde